7 Táticas de Seth Godin para um Copywriting Irreverente

7 Táticas de Seth Godin para um Copywriting Irreverente
18 jul 2014

Você gostaria de criar uma copy irreverente e ousada?

Seth Godin é uma fonte de inspiração.

Empreendedor perspicaz e autor brilhante, ele introduziu o conceito da Vaca Roxa (The Purple Cow) ao mundo do marketing e dos negócios.

Basicamente, esse conceito é tornar você ou sua empresa notável.

E o que é ser notável?

É aquilo que chama a atenção! É o que faz sua ideia ou seu conteúdo ser compartilhado pelas pessoas.

Fazer algo notável e inusitado é a ESSÊNCIA da difusão das ideias.

Vivemos um mundo em que temos escolhas demais e tempo de menos. Ignoramos coisas que estão dentro de um padrão normal ou que são repetitivas.

O que decidirá se as pessoas irão falar do que você está fazendo ou do que você está mudando no mundo ou do problema que você está resolvendo é:

Isto é notável? Me chamou a atenção? É digno de compartilhar com meus amigos?

purple cow 2

O conceito de “ser notável” é essencial para o Copywriting.

Nos últimos tempos, observamos vídeos de vendas muito parecidos uns com os outros. Os mesmos argumentos, as mesmas rupturas mentais, as mesmas palavras, até formas de falar parecidas. Repetição, repetição, repetição…

Como sair desse padrão? Dessa mesmice?

Neste post, vamos aprender com Seth Godin – um cara inusitado, ousado e irreverente – como ele faz em suas cartas de vendas.

Ah, sim! Imagino que você deva estar se perguntando:

Lilia, você não disse que ele é um autor brilhante? Um empreendedor perspicaz? O que ele tem a ver com Copywriting?

A resposta é que sua irreverência é uma fonte de inspiração para o Copywriting, e, além disso, Seth está com um novo projeto.

Chama-se HugDug. Como o acompanho diariamente, fiquei sabendo desse projeto nesse post que recebi por e-mail.

Esse e-mail foi de maio de 2014. Essa semana fui fazer uma visita ao site :)

Basicamente é um lugar para você compartilhar com o mundo os produtos que você gosta. E também um lugar para as pessoas descobrirem coisas que elas não sabiam que precisavam.

É um site com conteúdos gerados por pessoas comuns, como você e eu, conectando outras pessoas que respeitam nossa opinião.

Assim que você se cadastra, já pode imediatamente deixar seu review (avaliação) ou sua copy de venda sobre algum produto.

Você pode fazer cartas e avaliações de livros, DVDs, cosméticos, utensílios domésticos… a lista é imensa.  Tem 19 categorias, entre elas Livros, Instrumentos Musicais, Saúde e Beleza.

Os produtos avaliados estão disponíveis para venda na Amazon, só que a cada venda realizada, a HugDug doa 50% do lucro para instituições carentes.

Bem interessante.

A primeira coisa que fiz foi saber se o próprio Seth Godin tinha feito alguma copy. Sim ele fez! Aqui estão todas se você quiser checar!

seth - hug reviews

Li algumas de suas cartas de vendas e, como era de esperar, seu tom afiado e inteligente está presente.

Inclusive, ele fala de produtos difíceis de convencer alguém a comprar, como lanterna, fita adesiva e CDs de Bob Dylan.

Você conseguiria escrever uma copy para vender alguma coisa a alguém que acha que não precisa disso? Ou vender algo ultrapassado?

Pois ele escreve com maestria, compartilhando sua paixão por esses produtos.

Embora todos os reviews e copies sejam em texto, as táticas de Copywriting que Seth usa, podem facilmente ser adaptadas aos Vídeos de Vendas.

Selecionei 7 táticas que ele usa para um Copywriting irreverente. 

Tática #1: Ele é divertido

shutterstock_150335321

Realmente, não há uma “fórmula” rápida e fácil para criar uma copy divertida.

Sinto muito!

Embora, em algum lugar por aí, provavelmente exista alguém vendendo uma fórmula pra isso.

Mas, a realidade é que o senso de humor vem com a prática.

Se você ler os textos de Seth, irá observar elementos que dão um tom divertido e casual: os parágrafos curtos, as piadinhas espalhadas … mas, o elemento principal é a prática que ele tem em escrever.

Por isso, vou dizer o óbvio: a melhor forma de aprender é praticando.

Vá testando essa abordagem mais divertida com o seu público. Experimente colocar pequenas doses de humor na sua copy. Não tenha medo de ousar!

Produto: Osso para cães / Isso É O Que Todo Cão Sonha

Tradução livre de parte da Copy:

Acho que quase todos os produtos e brinquedos para cães são na realidade para os donos deles. Vamos ser francos, ok: seu cão não tem ideia de quanto você pagou por essa roupinha bonitinha para o aniversário dele, e ele alterna entre a comida orgânica que você compra e Deus- Sabe-O-Que-Ele-Encontra- Na-Rua quando você não está olhando.

Com esse texto Seth já fez os donos de cães saberem que tem um problema pra ser resolvido.

Tática #2: Ele re-acende nosso amor pelos “objetos”

shutterstock_116144746 (1)

Cada vez mais optamos por coisas digitais: livros, aplicativos, música…

Mas no fundo, continuamos a desejar tocar as coisas com nossas próprias mãos. Sentir, cheirar… coisas que satisfazem o nosso cérebro ancestral.

Lembra aquela época em que você ia a uma loja e comprava um novo CD? Tirava o encarte para folhear e ver as letras das músicas?

Esse sentimento é exatamente o que Seth desperta ao longo de sua copy de vendas para alguns itens.

Confira a copy para uma lanterna.

Produto: lanterna / The Fenix Flashlight

Tradução livre de parte da copy:

Isso aqui é uma nave de fogo.

Mas, cuidado! Esta lanterna quando fica em plena potência, fica tão brilhante que esquenta demais.

Quando foi a última vez que você sentiu uma lanterna ficar quente?

E ela vai lhe dar paz de espírito quando sair de casa, pois provavelmente, salvaria sua vida numa noite em uma estrada escura quando você desejaria, realmente desejaria, que alguém tivesse lhe dado uma de presente.

A lanterna do meu celular funciona bem, mas, fico imaginando se meu carro der prego numa estrada escura, no meio do nada? Quanto tempo a bateria do meu celular vai durar?

Tática #3: Ele usa o poder da imaginação

shutterstock_128620892

Produtos para barbear não me interessam. Bem, sou mulher! Mas, olha como Seth atiça a imaginação de uma pessoa:

Produto: Óleo para barbear / O Segredo do Executivo Para Fazer a Barba

Tradução livre de parte da copy:

Eu não tenho certeza se é necessário ser um executivo para ter um segredo de como fazer a barba, ou por que ainda existe esse tipo de segredo, mas vou compartilhar um com você agora.

Coloque seis gotas deste óleo na palma da mão antes de aplicar o creme de barbear. Esfregue-o vigorosamente em seu rosto, em seguida, coloque o creme de barbear.

Este óleo magicamente dá ao creme de barbear uma base lisa e escorregadia. Também, de alguma forma, convence seus cabelos a ficarem em pé, à espera de serem raspados.

Eu sei… é muito improvável isso que estou imaginando.

Mas, uma coisa sei: Uma garrafa de $ 11 deste óleo dura seis meses, muito mais do que 100 dias. Assim, por cerca de dez centavos ao dia, você passa a se barbear como um executivo. Não, não como Donald Trump, mas como um verdadeiro executivo. Teste.

Neste texto, ele nos faz imaginar como deve ser a sensação de passar uma gilete numa pele lisa e ainda brinca com o pêlo em pé.

Tática #4: Ele usa um tom de conversa

Seth 3

O que é mais fácil: ler uma página de vendas cheia de detalhes técnicos ou um texto em tom de conversa, explicando os benefícios daquele produto ?

Um tom coloquial, em tom de conversa é sempre mais amigável, seja em um texto de vendas ou em um vídeo de vendas.

E Seth gosta de usar linguagem casual e coloquial. Veja esse exemplo.

Produto: Livro sobre Criatividade de Hugh MacLeod / O Que Os Cartunistas Sabem?

Tradução livre de parte da copy:

O que os cartunistas sabem?

Eles sabem como começar do zero, com nada além de uma caneta e um pedaço de papel

Eles sabem como nos tocar profundamente

Eles sabem como criar algo memorável

Eles sabem como mostrar-se, a cada dia

E, no caso de Hugh, eles sabem o que nos segura, o que nos causa medo e o que nos paralisa.

Seth conhece o poder de iniciar uma conversa com uma pergunta. Neste exemplo, ele faz uma pergunta e apresenta uma série de respostas.

Tenho observado também que, algumas vezes, ele começa suas copys com títulos.

Tática #5: Ele desperta a curiosidade

shutterstock_96101450

Despertar a curiosidade é um dos gatilhos psicológicos mais importantes no Copywriting.

Por que?

Porque a curiosidade não só inspira a ação, mas também aumenta a atividade nas partes do cérebro associadas ao prazer.

Veja como Seth desperta a curiosidade com sua manchete (título).

Produto: Guia para encontrar e solucionar problemas, de Steve Krug / Você Leria Isso?

Tradução livre de parte da copy:

Aqui está uma razão simples pela qual grupos de foco e beta-testes raramente funcionam. Aqui está a razão pela qual a maioria das pessoas não são boas como capitalistas de risco, e por que os empresários e artistas quase nunca devem pedir conselhos:

Há uma enorme diferença entre perguntar:

“Você usaria isso?”

e

“Por que você usa isso?”

Com um título – “Você leria isso” Seth já despertou curiosidade.

Quem não clicaria para ler com um título como esse?

Tática #6: Ele é específico

shutterstock_169085528

Ser específico significa transmitir informações claras e precisas. Também significa descrever processos, usar dados e números exatos.

Isso fortalece a sua copy, dando credibilidade aos seus argumentos. E demonstra que você é expert no seu produto e que você é muito bem informado.

Observe como Seth descreve claramente um processo.

Produto: Saco para embalar roupas / O Segredo de Embalar

Tradução livre de parte da copy:

Se me tornei um especialista em embalar roupas?

Bem, se a questão é: “você é o cara de marketing mais bem-vestido do mundo”, a resposta é… “De forma nenhuma. Não, nem perto disso.”

Mas se a pergunta é: “como é que você vai a todos esses lugares sem nunca suas camisas ficarem amassadas?”, Então fico feliz em concordar que sim.

Estes são os segredos.

Você compra um pacote de dez desses super sacos ziploc, bem maiores do que eles vendem na maioria dos supermercados. Em seguida, dobre suas camisas e gravatas (e suas calças, e até mesmo seu terno) e, ponha cada um no saco Ziplocs.

Extraia o máximo de ar possível e vede.

Depois coloque em sua mala, você vai se surpreender como se encaixa bem. Mas, de alguma forma, por meio de alguma mecânica quântica da natureza, quando você chegar ao seu destino, mesmo se você deixar as camisas no fundo da mala durante toda a viagem, sua roupa vai sair sem rugas e amassos.

Eu sei, eu não acredito nisso também.

Mas eu testei.

Aqui as pessoas ficam sabendo como lidar com um problema de viagem que é ficar com as roupas amassadas quando são colocadas numa mala.

Esse texto poderia sem facilmente rotulado como uma dica genérica, mas Seth aumenta a credibilidade da dica, dizendo que ele mesmo testou com sucesso o processo.

Tática #7. Ele usa mini-histórias

shutterstock_63380161

Ouvir uma história nos faz sentir uma experiência, mesmo sem tê-la vivido diretamente.

Em poucas linhas, Seth divide conosco uma experiência de infância que lhe causou um profundo impacto e uma lembrança permanente.

Produto: Livro infantil, Dr. SeussDo you remember Sam?

Tradução livre de parte da copy:

Minha mãe leu este livro pra mim em 1964.

Ainda me lembro de páginas inteiras.

Agora, isso é extraordinário, porque eu não tenho ideia do que comi no almoço. Não lembro do clima ou da política. Na verdade, não lembro quase nada dos 5.000 livros que li desde então.

Então, será que é só porque ouvi essa história quando tinha quatro anos? Ou porque foi repetida várias vezes?

Ou, é possível que este livro seja genial?

Seth conhece o poder de uma boa história, para transportar o ouvinte/leitor para outro cenário.

Agora, sua vez

Estamos todos em busca de diferenciar e posicionar nossa empresa e nossos produtos.

Marketing e psicologia deixam a copy mais eficaz e você pode empregar as 7 táticas acima, mas é preciso prática para tornar sua copy cada vez melhor.

Aplique aquilo que você sabe que comprovadamente funciona, mas teste outras abordagens também.

Quando for gravar um vídeo ou escrever um comentário avaliando um produto imagine uma forma irreverente e divertida de transmitir informações para o potencial comprador.

Em vez de falar de características e especificações, transforme em benefícios atraentes, conte uma história pessoal. Isso seduz o público.

Agora, gostaria de saber: Como você vai usar as táticas de Seth na sua própria cópia de vendas? Compartilhe com a gente, deixando um comentário abaixo.

 

Deixe seus comentários abaixo


Lilia Porto

Lilia Porto é criadora da TamaPitch e especialista em Video Marketing. Também é curadora de conteúdo do site O Futuro das Coisas. Twitter: @liliapcastro | Google+

Observações

  1. Alberto Minoru Diz: julho 18, 2014 at 5:34 pm

    Lilia, muito bom, Seth escreve como se estivesse conversando comigo(leitor) esse tom informal, mas ao mesmo tempo objetivo, atrai a atenção.

    Prova também que o texto não precisa ser longo demais para transmitir sua essência esse tb é um segredo, pois a leitura flui e deixa um gostinho de quero mais..

    • Lilia Porto Diz: julho 19, 2014 at 1:17 am

      Olá Alberto! Exatamente, ele realmente cativa e nos inspira. Os textos são curtos, mas dizem tudo. Que bom que gostou! Um abraço e obrigada por participar!

  2. Andréa Dusik Diz: julho 19, 2014 at 2:21 pm

    Lilian, obrigada por nos participar deste original e muito atraente tempero do marketing: Criatividade e Inspiração Bem Humorada. É o toque que faz toda a diferença… Sucesso!!!

  3. Woou!! Excelente artigo Lilia! Parabéns :)

  4. Muito obrigado por compartilhar conteúdo tão relevante. Você é show.

  5. Lilia, realmente, o seu post vale super a pena ser lido e degustado!
    Estou ainda sentindo o cheirinho .. só depois de alguns minutos irei degustá-lo e devorá-lo RSRSRS
    Obrigado pelo post! Já estou inspirado!
    Grande abraço! Petter

  6. og oliveira e souza Diz: julho 21, 2014 at 12:44 pm

    Que a paz de Cristo esteja com vc e família.

    Genial

    Ainda não acessei todo o conteúdo, mas pelo que
    li na apresentação é maravilhoso.

    Fico grato por me enviar esse lindo presente

    Og

  7. Excelente artigo, digno de uma nota 10! Os gatilhos mentais são muito importantes numa copy, mas… mais importante ainda é a maneira como é transmitida a mensagem e como podemos observar nesse artigo, o Seth usa uma forma totalmente informal nos trazendo uma certa familiaridade com tudo o que ele fala. Muito bom, mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *